Ministério Público Federal denunciou cinco pessoas por formação de pirâmide financeira e lavagem de dinheiro

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) denunciou cinco pessoas que se associaram para montar um esquema de pirâmide financeira sob o disfarce de marketing multinível, de forma que o óprgão entende como criminosa. A denúncia também foi feita pela negociação de contratos de investimento coletivo sem registro perante a autoridade competente.

Divulgação

Representantes da BBom, empresa acusada de ser uma pirâmide financeira

Foram denunciados João Francisco de Paulo, Paulo Ricardo Figueiró, Ednaldo Alves Bispo, Sérgio Luís Yamagi Tanaka e Fabiano Marculino Montarroyos. Os denunciados vão responder pela prática de crimes contra o mercado de capitais, o sistema financeiro e a economia popular e ainda por lavagem de dinheiro.

Segundo o MP, eles teriam se articulado para ocultar o patrimônio adquirido com os crimes praticados e para movimentar, em contas de terceiros, os recursos ilicitamente obtidos dos consumidores associados chamado Sistema BBom. Estima-se que um milhão de pessoas investiram no negócio, cujo faturamento foi de R$ 2 bilhões.

A atratividade do esquema para os consumidores estaria no pagamento de diversos tipos de bonificações, de acordo com o MP. Um deles garantia uma rentabilidade fixa de aproximadamente 25% ao mês aos investidores, que nada precisavam fazer além de entregar um valor estabelecido, configurando contrato de investimento coletivo.

As demais bonificações seriam pagas para investidores que trouxessem novos investidores para o sistema, o que, para o MP, lhe daria características de autêntica pirâmide, “pois quem entra depois no esquema não consegue recuperar seu investimento”, disse o órgão.

A comercialização de rastreadores veiculares, apontada como a principal atividade da BBom, seria apenas um pretexto para disfarçar a pirâmide financeira. Apurou-se ainda que os denunciados se apropriaram de valores milionários dos investidores, que amargaram grandes prejuízos.

editado por mensagemgospel.net

A família em queda livre!

 

Hoje estamos vivendo um momento crítico na família.

Cada vez mais cedo meninas ainda na adolescência passam a ser mães, muitas vezes os filhos não ficam conhecendo quem é o pai sem falar na própria mídia e o desenvolvimento ultra rápido da tecnologia que através dos seus lançamentos cada vez mais chamativos vai distanciando e tirando a importância de uma família unida e estruturada.

Não bastam os pais gerarem os filhos, tem que ter tempo para eles.

Amar incondicionalmente e disciplinar como filhos.

Pais comprometidos com os filhos devem ser exemplos para eles.

“Ensinam os filhos no caminho em que devem andar, para que quando crescer não venham a se desviar dele”

Pais comprometidos com seus filhos estabelecem disciplinas com encorajamento.

Pais comprometidos e que amam verdadeiramente seus filhos estabelecem limites; e estarão sempre aberto ao diálogo.

Pais que são comprometidos com seus filhos jamais desistem deles!

Hoje há uma preocupação muito grande com a família.

Ela cada vez mais se distancia… muitas vezes um celular, um tablet, uma novela e muitas outras coisas menores são motivos  para distanciar um familiar do outro.

Vigiemos… pois a família é uma instituição divina, criada por Deus e somos responsáveis pelo que ocorre com ela na atualidade!

 

Hildebrando Trancoso

Descoberto em Israel templo mais antigo que pirâmides

 

Descoberto em Israel templo mais antigo que pirâmides Descoberto em Israel templo mais antigo que pirâmides

É comum que descobertas arqueológicas em Israel mostrem algum aspecto da vida cotidiana relatada na Bíblia. Contudo, um monumento com cerca de cinco mil anos está chamando atenção na região.

Localizado perto do Mar da Galileia, com cerca de 150 metros de comprimento, 20 de largura e 7 de altura, o monumento não tem nome. Seu formato de lua crescente indica que pode ter sido parte de um templo de adoração a Sin, o deus-lua da Babilônia.  Os estudiosos querem entender agora como era realizado o culto no local.

Ele fica na região de fronteira entre Israel e Cisjordânia, perto da cidade de Bet Yerah (que significa “Casa do Deus da Lua”). Objetos de cerâmica que foram encontrados no local indicam que o monumento foi construído entre 3050 e 2650 a.C.

A região é conhecida por seus monumentos megalíticos. Outras construções foram encontradas ali, incluindo um memorial de pedra de 60 mil toneladas no fundo do Mar da Galileia. Bet Yerah não é mencionada na Bíblia, mas existem menções a ela em documentos judaicos com mais de 1500 anos. A descoberta lança luz sobre como viviam os cananeus na região antes de Abraão dar origem ao povo hebreu.

Ido Wachtel, arqueólogo da Universidade Hebraica de Jerusalém, explica que a estrutura é mais antiga que as pirâmides do Egito. “O local servia como ponto de referência. A população local, rural ou pastoril, reivindicava autoridade e direitos sobre aqueles recursos naturais”, afirmou Wachtel durante um recente congresso de arqueologia.

Os arqueólogos pensavam anteriormente que a estrutura era parte de um muro da cidade. Contudo, o trabalho recente realizado da Universidade Hebraica indica que não há cidade perto e que a estrutura é um monumento com conotação religiosa. Com informações The Blaze.

editado por mensagem gospel.net

Marina se diz atacada por ser “filha de pobre, preta e evangélica”

 

Marina se diz atacada por ser “filha de pobre, preta e evangélica” Marina se diz atacada por ser “filha de pobre, preta e evangélica”

A candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, afirmou que está sendo alvo de uma campanha de alvo por ser “filha de pobre, preta e evangélica”. A ex-senadora tem recebido diversas críticas dos seus adversários e está se sentindo vítima de uma campanha de ódio.

“Onde já se viu querer que a gente diga a verdade sobre a sua trajetória e a sua biografia? Filha de pobre, preta e evangélica é para ser desrespeitada, caluniada, tratada com preconceito”, disse Marina ironicamente durante um comício na Paraíba.

A candidata afirmou que no Brasil as pessoas convivem com os diferentes “de forma respeitosa, amorosa, acolhedora entre quem crê e quem não crê, entre quem é católico e quem é evangélico”.

A ex-senadora não falou diretamente sobre a presidente Dilma Rousseff (PT), nem sobre o candidato do PSDB, Aécio Neves, mas afirmou que “eles” se recusam a falar a verdade sobre a sua trajetória de vida.

“Quando eu peço para eles pararem com a mentira e com a calúnia, eu estou me fazendo de vítima. Olha como a política ficou perversa. Você é apunhalada, caluniada e tem de ficar calada e sorrir agradecida, porque senão eles reclamam.”

O PT tem feito diversos ataques a Marina Silva em uma tentativa de tirar as vantagens que ela vem apresentando nas pesquisas de intenção de voto. A ideia da campanha de Dilma Rousseff é desconstruir a imagem da ex-ministra do Meio Ambiente para que ela perca votos.

Além de falar de questões ligadas à área econômica, o PT tem usado as alterações do programa de governo do PSB para dizer que Marina não tem compromisso com a comunidade gay. Com informações Estadão

editado por mensagemgospel.net

Igreja paga milhões de dólares pelo direito de pregar que só Jesus salva

 

Igreja paga milhões de dólares pelo direito de pregar que só Jesus salva Igreja paga milhões pelo direito de pregar contra homossexualidade

Dezenas de igrejas tem abandonado a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA, na sigla original), a maior denominação desta tradição nos EUA. O movimento teve início em 2012, meses depois de homossexuais praticantes serem aceitos como pastores e pastoras presbiterianos.

Surgiu assim a Evangelical Covenant Order of Presbyterians (Ordem Pactual Evangélica de Presbiterianos), abreviada para ECO. Já são quase mil congregações da antiga PCUSA, que reúne ainda cerca de 10 mil igrejas nos EUA. O que tem chamado atenção nos últimos meses é que megaigrejas presbiterianas que desejavam se desligar da denominação para poder pregar com liberdade contra o casamento homossexual, enfrentavam ameaças de processos caso não entregassem seus templos. Com isso, coube aos pastores arrecadar verdadeiras fortunas que foram dadas para a PCUSA a título de “compensação”.

No início do ano, a Menlo Park Presbyterian Church, sediada em San Francisco, Califórnia, e liderada pelo conhecido pastor e autor John Ortberg, pagou cerca de 9 milhões de dólares para seu templo que tem mais de um século. Agora, a Highland Park Presbyterian Church, de Dallas, Texas, pagará pouco menos de 8 milhões de dólares para seguir o mesmo caminho.

“A principal razão foi que, após um longo processo de discernir a direção de Deus sobre estas questões, entendemos que era a melhor coisa a fazer neste momento”, afirmou um dos líderes da igreja.

Na maioria dos casos das igrejas que abandonaram a denominação, a justificstiva era a posição liberal adotada pela PCUSA, pois seus líderes não acreditam na divindade de Jesus, nem defendem que a salvação ocorrer apenas através de Cristo.  O que tem chamado atenção é como uma instituição que já foi baluarte dos valores bíblicos, tendo fundado alguns dos seminários mais prestigiados do mundo, agora convive com uma deserção em massa. Ainda mais incrível são igrejas tendo de pagar verdadeiras fortunas para reconquistarem a liberdade de pregar o evangelho bíblico, anunciando a Jesus como Salvador e se posicionando contra o casamento gay, que fere esses princípios.

A pressão e as ameaças não vieram de fora, de outros grupos religiosos ou do governo, são frutos de decisões de seus próprios líderes e ecoam em menor escala o que já acontece com congregações ligadas à Igreja Episcopal Anglicana, a Igreja Unida de Cristo, Igrejas Metodista e a Igreja Luterana nos EUA, além de outras menos expressivas. Esses movimentos começaram com o argumento da necessidade cultural de serem “politicamente corretos” e de ler as Escrituras a partir da cultura.

É importante frisar que a PCUSA, embora tenha influenciado igrejas presbiterianas em diferentes países, nada tem a ver com a Igreja Presbiteriana do Brasil ou a Igreja Presbiteriana Independente. Com informações Christian Post, Christian Headlines e The Blaze.

editado por mensagem gospel.net